Grupo de jovens do TLC visita APAE Valinhos

6/8/2019

Um grupo de 20 jovens, com idade entre 15 e 16 anos, integrantes do TLC, um movimento da Igreja Católica direcionado para a juventude, esteve no último domingo, dia 4, na APAE Valinhos, para conhecer a entidade e interagir com os alunos da APAE, vivenciando mais de perto a questão das deficiências.

Os jovens participaram de uma dinâmica junto com os alunos do Teatro Vem Ser da APAE, onde puderam sentir um pouco mais de como é ter deficiência visual, auditiva e de locomoção. A dinâmica foi elaborada pelo professor de educação física Silvio Cesar Montes e pela pedagoga e coordenadora do grupo do teatro, Ana Paula Tieko.

Além da visita, os jovens também aproveitaram a oportunidade para fazer a entrega de roupas arrecadadas por eles, lanches para os alunos e lembrancinhas com pipoca doce. De acordo com o administrador da APAE, Roberto Bernardi, as roupas serão encaminhadas para as famílias carentes que tem filhos atendidos pela entidade.

O TLC – Treinamento de Liderança Cristã, nasceu em Campinas, em 1967, com o Padre Haroldo Rahm, jesuíta americano nascido no Texas, naturalizado brasileiro, que se uniu a uma equipe de leigos jovens e adultos.

O TLC foi fundado como um retiro cristão, com o intuito de formar líderes cristãos que deveriam "fazer a diferença na igreja e na sociedade". A proposta inicial do TLC era atrair o jovem para o seio da igreja e fazê-lo refletir sobre sua conduta e postura em casa, no trabalho, em seus estudos e na sociedade, julgar suas atitudes e posteriormente aceitar ou não o convite para uma mudança de vida cada vez mais voltada para os ensinamentos de Jesus Cristo.

 

Hoje entretanto o TLC é voltado para a capacitação em liderança eclesiástica não somente de jovens, ainda que estes continuem sendo o alvo maior, mas também de adultos e idosos recém chegados ao corpo de uma congregação.

Hoje, o movimento está presente em mais de 80 lugares nas regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste, abrangendo 38 dioceses em todo o Brasil, além de Argentina, Colômbia e Itália.

 
+Notícias