Terapeuta Rachel deixa um legado na APAE após 30 anos

12/29/2017

 Após 35 anos de trabalhos, dos quais 30 anos junto a APAE de Valinhos, a terapeuta Ocupacional Rachel Nanuncio se despediu na quinta-feira 28, da equipe para desfrutar de sua aposentadoria.

Como reconhecimento por toda dedicação à APAE nesses anos todos, o presidente Luis Roberto Roson e o administrador Roberto Bernardi promoveram um almoço especial com a equipe para que Rachel pudesse anunciar a sua decisão de parar de trabalhar”.

“Me preparei durante um ano para fazer esse desligamento, entrei na APAE em 8 de agosto de 1988 quando a sede funcionava na Rua Itália e sempre foi um sonho trabalhar na APAE e me realizei, aqui foi sempre uma luta constante, não podemos olhar para os nossos alunos e assistidos, só pelo diagnóstico, mas ir além, com olhar técnico, profissional e afetivo. Desde a Rua Itália até hoje só vi vitórias e conquistas na APAE.

Um dos grandes feitos de Rachel Nanuncio APAE, diz respeito ao Projeto de Inserção no mercado de trabalho. Desde 1995 a APAE desenvolve esse projeto e no início, as inserções eram tímidas, com a lei de cotas cresceu muito e com a implantação da ISO 9001 a equipe tem metas e tem conseguindo suplantar. Hoje são aproximadamente 160 jovens inseridos como 1º emprego e outros recolocados. “Fico feliz com o resultado do trabalho, muitos dos nossos jovens que estão no mercado de trabalho são arrimo de família”.

A luta deve continuar, no Centro de Convivência Padre Leopoldo temos pessoas de 30 a 69 anos que não conseguiram se inserir no mercado de trabalho.   “O idoso de maneira geral é esquecido pela sociedade, com deficiência é ainda maior, por isso a APAE trabalha essa questão como uma das prioridades”.

Rachel lembra que veio para APAE Valinhos após passar pela APAE de Nova Odessa e pela Sociedade Pestalozzi. “Cheguei aqui recém formada e aqui foi o meu aprendizado, me ajustei na área neurológica e a APAE investiu o meu trabalho e me deu oportunidades para crescer, a sensação agora é de missão cumprida, fiz o meu melhor, serei eterna grata, saio feliz e de cabeça erguida”.

+Notícias