Obra da UCD em construção na APAE Valinhos chega à cobertura

8/1/2018

Entidade lança campanha para conseguir os recursos para o término das obras

Valinhos, 8 de janeiro de 2017. Em agosto de 2017, a APAE deu início à construção da UCD – Unidade de Cuidados Diários, cuja obra é uma das metas da gestão de Luis Roberto Roson.

As obras caminham dentro do cronograma, chegando à cobertura, que será com estrutura metálica e telhas tipo sanduíche. O acompanhamento do trabalho pela Comissão de Obras encabeçada pela engenheira Rosa Helena Manali, tem garantido que os recursos disponíveis sejam bem aplicados.

O prédio que vai abrigar a UCD – Unidade de Cuidados Diários terá aproximadamente 420,00 m², com dois pavimentos, com dependências para 24 leitos e como disse o administrador Roberto Bernardi, já tem demanda pelos serviços.

O custo total da obra está orçado em aproximadamente um milhão de reais, a APAE tem em caixa aproximadamente 10% deste valor, sendo que já foi utilizado quase que todo recurso que estava disponível, nos últimos cinco meses de obra.

Os recursos estão escassos mas a APAE precisa terminar esse prédio, que terá uma finalidade fundamental, porque abrigará um serviço especializado para avaliação e tratamento da pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, de todas as idades, independente do diagnóstico e que necessitem de reabilitação clínica neurofuncional, neurosensorial, podendo ter uma incapacidade temporária ou permanente de suas funções.

“Em nome da diretoria da APAE faço um apelo à população e aos empresários da cidade, para que nos ajudem, pode ser com dinheiro ou com materiais. Estamos à disposição para quaisquer informações através do telefone 3303-4500 ou direto na sede da APAE, teremos o maior prazer em recebê-los, destaca o Presidente Luis Roberto Roson”.

 Dr. Ruy Meirelles, médico e vice-presidente da APAE lembra que esse serviço é essencial na APAE. “A Unidade de Cuidados Diários vai oferecer um conjunto de atividades individuais e em grupo, realizadas por equipe multiprofissional, acompanhamento médico, funcional, estimulação sensorial, estimulação psicomotora, atendimento domiciliar e orientação familiar, visando reeducação das funções físicas, cognitivas e sensoriais. Inclui ainda, a prescrição, avaliação, adequação, treinamento, acompanhamento de órteses e próteses, que vão melhorar a qualidade de vida de muitos dos nossos assistidos”.

Como disse o presidente  Luis Roberto Roson, esse desafio, a APAE só vai vencer se você estiver junto. Colabore!

+Notícias