APAE promove roda sobre autismo pedindo mais respeito e atenção

2/4/2018

 No dia 2 de abril comemora-se o dia mundial de conscientização do autismo, também conhecido como Transtornos do Espectro Autista (TEA), são transtornos que causam problemas no desenvolvimento da linguagem, nos processos de comunicação, na interação e comportamento social da criança.  A maioria deles nasce normal, alguns até espreguiçam e choram na maternidade como todos os bebês sadios, mas já nos primeiros meses de vida, às vezes até os cinco anos, começam a surgir os sintomas de um fenômeno doloroso que os especialistas discutem e não conseguem explicar.

São estranhos comportamentos de crianças que perdem a fala, são incapazes de olhar as pessoas e isolam-se cada vez mais num mundo misterioso e impenetrável – o mundo do autismo. Do grego autos, que significa ele mesmo, de si mesmo. Uma síndrome ou doença até hoje incurável.

A APAE Valinhos promoveu nesta segunda-feira  2 de abril,  roda sobre autismo com profissionais da APAE e familiares nos dpois períodos, porque é cada vez maior o número de pessoas que procuram pelo atendimento. Hoje a APAE conta com uma equipe altamente capacitada para atender essa clientela. Dependendo do grau, a pessoa pode freqüentar a escola de ensino fundamental Maria Antônia Celani, outras ficam no Centro de Capacitação Padre Leopoldo e outras são acompanhadas pelos profissionais especializados no Centro Clínico.

A psicóloga Márcia Taparelli uma das responsáveis pelo atendimento na APAE Valinhos, lembra que é preciso falar muito sobre o autismo, discutir, trocar experiências, porque além da compreensão do transtorno, os encontros podem contribuir de maneira efetiva para o desenvolvimento de habilidades essenciais no decorrer da vida.

 

+Notícias